top of page
Search
  • Writer's pictureTower Hill Clinic

Desvendando o Quebra-Cabeça do TDAH: Entendendo, Avaliando e Desmistificando

Já tentou seguir uma receita apenas para perceber que está no meio do cozimento sem ter ideia de onde colocou os ovos? Ou que tal aqueles momentos em que está no meio de uma conversa e de repente percebe que está concordando sem realmente processar uma palavra? Se a resposta foi sim, você então ja teve a experiencia de como um cérebro com TDAH se movimenta. Claro que esse exemplo não define TDAH como um todo e existe muito mais coisas envolvidas nesse diagnostico. Sim, um movimento clássico do TDAH.



Em um mundo que às vezes parece estar se movendo em uma velocidade impressionante, manter o foco pode ser um verdadeiro desafio. Para alguns, essa dificuldade vai além de mera distração; é uma luta diária que impacta todos os aspectos da vida. É aqui que o TDAH entra em cena, uma condição que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, mas muitas vezes é mal compreendida e negligenciada.


Você sabe o que é TDAH?

O TDAH, ou Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, é um transtorno do neurodesenvolvimento caracterizado por dificuldades com atenção, hiperatividade e impulsividade. Não se trata apenas de ser facilmente distraído; é uma interação complexa entre a química cerebral e a fiação que pode impactar significativamente a capacidade de uma pessoa de funcionar em diversos ambientes.


Existem diferentes subtipos e apresentações dentro de um diagnóstico de TDAH.

O TDAH não é uma condição única para todos. Pode se manifestar de diferentes maneiras, levando a três principais subtipos:


  • Apresentação Predominantemente Desatenta: Indivíduos com esse subtipo têm dificuldade principalmente com atenção e organização. Eles podem parecer distraídos, esquecidos e desorganizados, frequentemente perdendo a noção do tempo ou de pertences.

  • Apresentação Predominantemente Hiperativa-Impulsiva: Aqui, a hiperatividade e a impulsividade ganham destaque. Pense na pessoa que está constantemente se mexendo, dizendo respostas sem pensar e não consegue esperar sua vez na conversa ou atividades.

  • Apresentação Combinada: Como o nome sugere, este subtipo envolve uma combinação de sintomas tanto de desatenção quanto de hiperatividade-impulsividade. É como tentar equilibrar múltiplas bolas enquanto anda de monociclo - um verdadeiro ato de equilíbrio!


O Processo de Avaliação:

Então, como alguém passa por uma avaliação para TDAH? Não é tão simples quanto fazer um quiz online ou assistir alguns vídeos no TikTok. O processo geralmente envolve:


  • Consulta Inicial: Encontro com um profissional de saúde qualificado, como psicólogo ou psiquiatra, para discutir sintomas, histórico e quaisquer fatores relevantes.

  • Avaliação Abrangente: Isso pode incluir entrevistas, avaliações comportamentais e coleta de informações de membros da família ou outras fontes para obter uma imagem completa.

  • Diagnóstico e Plano de Tratamento: Se o TDAH for confirmado, os próximos passos envolvem desenvolver um plano de tratamento personalizado, que pode incluir terapia, medicamentos ou outras intervenções.


As Armadilhas do Autodiagnóstico:

Na era das redes sociais e da informação instantânea, é tentador se diagnosticar com base em algumas pesquisas na internet ou hashtags em alta. No entanto, o autodiagnóstico pode ser enganoso e até prejudicial. O TDAH compartilha sintomas com várias outras condições, como ansiedade, depressão ou até distúrbios do sono. Apenas um profissional qualificado pode fornecer um diagnóstico preciso e recomendar apoio e intervenções apropriadas.


A Importância do Diagnóstico Oficial:

Por que um diagnóstico oficial é tão crucial? Bem, em primeiro lugar, abre portas para acessar o suporte adequado, adaptações e opções de tratamento. Sejam adaptações acadêmicas, ajustes no local de trabalho ou terapia adaptada ao TDAH, ter um diagnóstico oficial abre caminho para assistência significativa. Além disso, ajuda os indivíduos a compreenderem melhor seus pontos fortes e desafios, capacitando-os a navegar na vida de forma mais eficaz.


Navegando pelo Labirinto:

Em conclusão, o TDAH é muito mais do que apenas uma piada ou uma moda passageira nas redes sociais. É uma condição legítima que pode ter impactos profundos na vida das pessoas. Ao entender as nuances do TDAH, buscar avaliação e diagnóstico adequados e desmitificar mitos em torno do autodiagnóstico, podemos apoiar melhor os afetados e promover maior conscientização e aceitação na sociedade.


Lembre-se, quando se trata de TDAH, o conhecimento é poder - e um pouco de humor não faz mal algum!


Você se identificou em alguma das características acima, ja pensou que talvez tenha sintomas ou sinais de TDAH? Nossa psicologa pode te ajudar a entender melhor sobre o assunto e fazer uma avaliação completa caso isso seja necessário.




28 views0 comments

Recent Posts

See All

Comentários


Os comentários foram desativados.
Post: Blog2 Post
bottom of page